São Caetano do Sul / SP - domingo, 21 de outubro de 2018

Acesso Transesfenoidal por Via Sublabial

Paciente colocado em posição com aparelho de radioscopia (RX)


Infiltração na parte interna do lábio superior (antes da incisão)


Exposição da Cavidade Nasal                                        

Instalação do Espéculo Nasal

Localização com auxílio de radioscopia (perfil)

Visão Através do Microscópio Cirúrgico

Após a Retirada do Osso Esfenóide


Após a Abertura da Dura-Máter