São Caetano do Sul / SP - sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Dor Lombar

A dor lombar (lombalgia, dor nas costas) é uma afecção tão antiga que é mencionada em alguns trechos da Bíblia e descrita em alguns trabalhos de Hipócrates.

Chega a acometer cerca de 50 % de pessoas envolvidas em atividades físicas leves e 60 % de trabalhadores de atividades pesadas.

Dor lombar é o principal motivo de consulta médica depois dos refriados e gripes.

50% dos pacientes que apresentam um episódio de dor lombar terão um novo episódio dentro de um ano.

A grande maioria dos casos de lombalgia são causados pela irritação de um nervo próximo a coluna vertebral e não por problemas musculares, ligamentares ou ósseos.

A dor lombar é um sintoma frequente em nossa sociedade porém a boa notícia é que na maior parte dos casos desaparece em alguns dias. Atualmente o tratamento cirúrgico é indicado em uma minoria dos pacientes.


 

Ciática

A dor ciática é a dor irradiada ao membro inferior (coxa, perna e pé), geralmente localizada na parte posterior e descrita geralmente como um choque.

Quando associada a lombalgia utilizamos o termo lombociatalgia.

 

Conceitos Básicos

 

Coluna vertebral é formada por uma superposição de ossos aproximadamente cilíndricos conhecidos como vértebras. A coluna vertebral sustenta  o nosso corpo e protege a medula espinhal (localizada em seu interior).

 

A medula espinhal é uma estrutura iniciada no encéfalo e que termina na altura da primeira vértebra lombar. Várias fibras nervosas denominadas raizes extendem-se abaixo deste nível até o fim da coluna. Este conjunto de raizes localizadas entre a primeira vertebra lombar e o fim da coluna denominamos de cauda equina.

 

 


 

  • As vértebras articulam-se em :   
  1. Um disco intervertebral: entre duas vértebras
  2. Duas facetas articulares superiores
  3. Duas facetas articulares inferiores

 

 

A medula espinhal controla todos os movimentos e funções do corpo. Nervos motores provenientes da medula espinhal são responsáveis pelos movimentos do corpo enquanto os nervos sensitivos dirigem-se a medula levando informações do corpo para o encéfalo. Juntos os nervos motores e sensitivos formam mais de 50 raízes nervosas que atravessam orifícios (chamados de foramens) localizados entre as vértebras. A irritação ou compressão destas raízes nervosas causam a dor lombar.

 

 

 

 

Causas de Lombalgia

Diagnóstico

A avaliação do paciente é feita através dos dados obtidos na história, exame físico e exames complementares. O exame da sensibilidade, força muscular, reflexos entre outros são essenciais para um diagnóstico preciso.

 

 

 

Exames complementares

O exame médico é fundamental para uma boa avaliação do paciente. Exames subsidiários são solicitados em conformidade com os achados clínicos. Alguns destes exames são: